24 de Janeiro de 2022

2ª fase de candidaturas - Bolsa de Projetos Culturais Locais da Região de Coimbra

- O que é esta iniciativa?

A Bolsa de Projetos Culturais Locais da Região de Coimbra é iniciativa integrada na ação “Bolsa de Intercâmbio Cultural” do projeto de programação cultural em rede "Coimbra Região de Cultura 2.0 - Mulheres e Lugares" cofinanciada pelo Programa Operacional Regional Centro 2020.

Esta iniciativa pretende constituir um Bolsa de Projetos Culturais da Região de Coimbra, para durante o período de execução do projeto de programação cultural em rede, serem selecionados 19 projetos (1 por Município) que terão a oportunidade de se apresentar em Municípios distintos daqueles onde têm origem.

- Quais são os objetivos desta iniciativa?

  1. Fomentar a mobilidade e o intercâmbio cultural pela cooperação estreita e solidária entre os agentes culturais da Região de Coimbra, como garantia de solidariedade e de coesão;
  2. Promover a mobilidade em todo o território intermunicipal, contribuindo, pela aproximação a vivências e realidades socioculturais diferentes, de modo a consolidar a identidade regional;
  3. Proporcionar condições privilegiadas de aprendizagem não formal, o conhecimento dos diversos municípios e a compreensão da importância que sua singularidade comporta;
  4. Incentivar os agentes culturais para o estabelecimento de intercâmbios, permitindo deste modo a vivência de realidades socioculturais e económicas diferentes, fomentando a troca de experiências, hábitos e tradições

- Quem se pode inscrever na Bolsa de Intercâmbio?

As entidades singulares e coletivas que prossigam atividades do setor cultural e artístico, desde que com sede ou residentes na Região de Coimbra.

- Que tipo de projetos se pode inscrever na Bolsa de Intercâmbio?

Qualquer projeto de autor ou colaborativo na área das expressões culturais (ilustração, design, pintura, conto, poesia, cinema, fotografia) e das artes do espetáculo (teatro, música, dança, ópera), com prioridade para criações artísticas de mulheres.

- Como e quem faz a seleção dos projetos?

Os projetos depois de se inscreverem e de se verificar a conformidade de toda a documentação, são analisados por um curador cultural, que faz a sua proposta de seleção à CIM Região de Coimbra, que tem sempre a última palavra na decisão.

- Como se processa o intercâmbio?

Os projetos selecionados terão a oportunidade de apresentar-se num Município diferente do seu. Para isso haverá também um inventário e manifestação de interesse de entidades recetoras, que durante 3 dias vão acolher o projeto selecionado e preferencialmente colaborando com ele.

Durante esses 3 dias a entidade selecionada tem a oportunidade para mostrar publicamente o seu projeto e mediante o pagamento de um cachet.

A seleção das entidades recetoras é feita através de contacto direta com as entidades culturais e associativas do nosso território.

- Qual o apoio aos projetos selecionados?

Cada projeto selecionado receberá um cachet de 750,00 euros, por cada dia de apresentação do projeto em intercâmbio.

- Como pode ser apresentada a candidatura?

Descarregar a documentação AQUI

Preencher a documentação e enviar para elsa.marinho@cim-regiaodecoimbra.pt até às 23h59 de dia 15 de fevereiro de 2022